Rua Silva Bueno, 599 - sala 1104 - Ipiranga - SP 13 3233-4587 11 3054-8383 13 96351-0335

Marítimos da Transpetro entrarão em greve a partir de sábado (14)

Gostou? compartilhe!

Marítimos da Transpetro entrarão em greve a partir de sábado (14)

Continue Lendo

Em assembleia, tripulantes da Transpetro decidem pela greve, porém buscam evitar que a iniciativa seja confundida com questões políticas.

O SINDMAR (Sindicato Nacional dos Oficiais da Marinha Mercante), que representa cerca de 2,2 mil profissionais tripulantes dos 52 navios da Transpetro, decretaram, em assembleia geral realizada no dia 04 de maio, que entrarão em greve a partir do dia 14 de maio.

Em ata, os sindicalistas registraram ter realizado “uma análise conjuntural do momento em que vivemos” e, diante do “radicalismo das empresas, em especial a Transpetro”, divulgaram as seguintes decisões: a adesão à greve por parte de 71,5% dos 930 marítimos que se manifestaram individualmente; limitação da paralisação à Transpetro, não se estendendo a ação à Petrobrás; e, por fim, manutenção a data da greve em 14 de maio, com o objetivo de não confrontar ou caracterizar vínculo com outros movimentos, como a paralisação nacional programada pelas Centrais Sindicais para o dia 10 de maio.

A decisão de não estender a greve às atividades da Petrobrás foi justificada pelo sindicato pelo baixo contingente de funcionários empregados na estatal, além do fato de que “a Petrobrás utiliza seu peso institucional para tentar sensibilizar os tribunais”. A entidade afirma também que busca evitar o “esforço da empresa em confundir o movimento com a questão política”.

Os trabalhadores marítimos devem receber reposição salarial de 9,3%, porém reivindicam também a manutenção de seus postos de trabalho. De acordo com o SINDMAR, a greve será progressiva"



Gostou? compartilhe!

Whatsapp Wohlers Cargo Whatsapp Wohlers Cargo