Rua Silva Bueno, 599 - sala 1104 - Ipiranga - SP 13 3233-4587 11 3054-8383 13 96351-0335

Joint venture da Petrobras em biodiesel pede recuperação

Gostou? compartilhe!

Joint venture da Petrobras em biodiesel pede recuperação

Continue Lendo

Com dívidas que se aproximam de R$ 40 milhões com pequenos produtores e bancos, a BioÓleo entrou com pedido de recuperação judicial no fim de março. A empresa, localizada em feira de Santana, interior da Bahia, tem como sócios a 2R Participações e a Petrobras, cada uma com fatia de 50%. A expectativa é de que o pedido de recuperação seja deferido ainda hoje.

Segundo Hilton Lima, sócio da 2R Participações, o pedido de recuperação tem relação com problemas derivados justamente da parceria com a Petrobras. Quando foi feita a proposta de sociedade, em 2010, a ideia era que a BioÓleo se tornasse a principal fornecedora de óleo refinado de origem vegetal para a fábrica da petroleira localizada em Candeias (BA). Isso, disse Lima, criou a necessidade de a empresa, que antes operava de forma independente, fazer aportes mais expressivos que os inicialmente planejados para elevar as capacidades de refino e esmagamento.

A Petrobras comprou em agosto de 2010, por R$ 15,5 milhões, 50% das ações da 2R Participações na BioÓleo, fundada em 2007. Logo depois as sócias fizeram um aporte de R$ 6 milhões na empresa, dividido em partes iguais. Com esse fôlego extra, a BioÓleo investiu R$ 16 milhões em uma esmagadora de soja, mas desde o fim de 2014, os investimentos pararam, segundo Hilton Lima.

Vieram, então, as investigações de corrupção e a crise financeira da Petrobras, que decidiu se desfazer de vários negócios, entre os quais os da área de biocombustíveis. No início da sociedade, a BioÓleo, com capacidade de produção de 54 mil toneladas por ano de óleo, vendia 45 mil toneladas anuais de óleo refinado à petroleira, mas em 2016 as vendas recuaram, conforme Lima, para cerca de 10 mil.

Como cliente compradora desse óleo, a Petrobras não tem dívidas com a BioÓleo. Mas como sócia da empresa, também está inadimplente com os credores.

Hoje, disse Lima, a BioÓleo tem débitos com bancos da ordem de R$ 37 milhões, além de R$ 3 milhões com pequenos fornecedores de óleo de caroço de algodão.

Procurada, a Petrobras Biocombustível afirmou, em nota, que cumpre suas obrigações e vem avaliando com o sócio soluções para o negócio". A estatal informou



Gostou? compartilhe!

Whatsapp Wohlers Cargo Whatsapp Wohlers Cargo