Rua Silva Bueno, 599 - sala 1104 - Ipiranga - SP 13 3233-4587 11 3054-8383

Alta no varejo farmacêutico

Gostou? compartilhe!

Alta no varejo farmacêutico

Continue Lendo

As vendas em farmácias registraram aumento de 12,4% em setembro, considerando o acumulado do ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. Com faturamento de R$ 33 bilhões em 2015 no mesmo ano o setor conseguiu passar para R$ 37 bilhões. Já o número de doses comercializadas saiu de 104 bilhões para 109 bilhões, crescimento de 4,9%.

Os dados divulgados pela IMS Health, compilados pela Interfarma (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa), apontam que o crescimento nominal elevado, descontando a inflação do período, considera também o aumento de custos para chegar ao crescimento real do setor. “Em comparação com os demais setores, o farmacêutico consegue ser mais resistente às crises porque medicamentos são produtos de primeira necessidade”, afirma Antônio Britto, presidente-executivo da Interfarma.

A inflação apontada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para o acumulado do ano é de 5,51%, sendo que a indústria também tem sido impactada pelo custo elevado da energia e dos tributos.  O varejo representa cerca de 70% do mercado farmacêutico brasileiro, que hoje movimento em torno de R$ 65 bilhões por ano. O restante do mercado é formado por clínicas, hospitais e universidades, sendo que as compras do governo respondem por mais da metade do chamado mercado institucional.

Índice semelhante é observado também nos 12 meses móveis encerrados em setembro (outubro do ano anterior a setembro): 11,9%. O faturamento pelo varejo passou de R$ 44 bilhões para R$ 49 bilhões, enquanto a doses comercializadas avançaram de 137 bilhões para 144 bilhões.

Fonte: Guia Maritimo



Gostou? compartilhe!

Whatsapp Wohlers Cargo Whatsapp Wohlers Cargo